Quando as Catedrais eram Brancas, notas breves sobre arquitectura e outras banalidades, por Pedro Machado Costa

| Subscrever via RSS

Tendências Primavera-Verão

| |






















Miúda gira sobre fundo azul igualmente giro; imagem Frederico Martins para a Vogue

Na verdade o que eu sempre quis foi ter um daqueles blogues sobre moda, em que a pretexto de especulações teóricas em volta de proporções aureas, lá se vai demonstrando a verdadeira utilidade de uns sapatos Louboutin.

ps: tendo em conta a erudição temática dos nossos mais habituais leitores e as limitações que lhe são próprias (enfim, está na natureza da profissão), os Louboutin são umas coisas assim.

3 comentários:

joão amaro correia disse...

EROSdição.

j

Quando as Catedrais eram Brancas disse...

evidentemente que nunca nos teria passado pela cabeça incluir JAC no grupo de eruditos que percebem mais de frontões do que de fetiches...c

joão amaro correia disse...

sobre a indústria do calçado não te poderei adiantar muito, os meus conhecimentos ficam-se pelas botas de borracha e lona popularizadas nos anos da grande depressão.
quanto a erosdição, no joão gilberto está lá tudo.

Tags