Quando as Catedrais eram Brancas, notas breves sobre arquitectura e outras banalidades, por Pedro Machado Costa

| Subscrever via RSS

O Síndrome de Viena

| |

Para aí há quatro ou cinco semanas alguém telefona lá para o atelier a perguntar o porquê da nossa ausência, na noite anterior, na inauguração de uma exposição onde, por sinal, estaria um trabalho nosso. De equívoco em equívoco, numa conversa algo absurda de parte a parte, lá se foi percebendo que o protocolo do Secil, concerteza atarefado com diligências importantes, e a Ordem dos Arquitectos, numa óbvia distracção de última hora, se tinham esquecido (ups!) de convidar, para a cerimónia de entrega dos seus prémios de arquitectura, alguém que por acaso até tinha a sua obra nomeada.

Hoje descubro, por um insuspeito twitter, não sem alguma surpresa, que há uma obra nossa numa exposição que inaugurou na semana passada, no Architekturzentrum de Viena.

Não é que não nunca me tenha passado pela cabeça seguir a atraente teoria daquele Irmão Marx. Aquele que nos filmes de fazia passar sempre pelo mais inteligente dos três. O de bigodes, sempre com um charuto aceso. E afirmar que não frequento exposições que mostrem obras minhas.

O problema é que, um dia destes, se isto continua assim, ainda consigo não estar presente numa conferência dada por mim.

ps. Bem sei que isto agora não é bem uma exposição - na verdade nem sequer tenho certezas sobre as outras duas - , mas a coisa serve, ao menos, para confirmar o ditado: não há duas sem três.

2 comentários:

observatorioarquitectura disse...

a referência que fiz à exposição "deadline today" no AzW (comentário ao post "Sobre a hesitação de Hans-Jürgen Commerell") não era inocente; mas pelos vistos, como ainda não sabias da exposição foi subtil de mais... mea culpa !!

Pedro Machado Costa disse...

Ora aqui está um excelente exemplo que a subtileza torna-se irrelevante perante a ignorância. É sempre essa o problema da subtileza: a sua relação com a possibilidade de ignorância. Ainda assim fica o registo e, claro, o agradecimento da informação antes da informação.

Por outro lado (estava aqui a pensar), talvez os convites tenham de facto chegados. Uns convites subtis, quem sabe.

Tags